Cerca de mil réplicas de revólveres, espingardas e jogos eletrônicos que incitem a violência foram destruídas pelo rolocompressor, na pista de caminhada do Parque do Sabiá, culminando no encerramento da 2ª edição da Semana do Desarmamento Infanto Juvenil – “Violência Nem de Brincadeira”, promovido pela Prefeitura de Uberlândia, através da Secretaria de Prevenção as Drogas e Segurança Cidadã.Para o secretário de Prevenção às Drogas e Segurança Cidadã, Maurício Andrade, o evento apresentou um saldo positivo. “Sensibilizamos as pessoas envolvidas sobre a importância da cultura da paz porque na sociedade existem diferenças de pensamentos e ideologias que devem ser resolvidas com diálogo e carinho, e não com atos violentos”, enfatizou.

Cerca de quatro mil crianças de 13 escolas municipais, três estaduais e três organizações não governamentais aderiram ao projeto.A coordenadora pedagógica da Casa da Criança e do Adolescente Cristina Cavanis, Dayane Karla Oliveira Amâncio, considera positivo o trabalho desenvolvido.

“Mesmo com algumas pessoas apresentando certa resistência, as crianças se envolveram e fizeram sua parte. Agora estão aqui envolvidas na campanha de paz”, disse.

“Gostei deste projeto porque mostra pra nós que a violência é coisa séria. E nós crianças precisamos aumentar o interesse pela leitura ao invés de ficar só com videogame ligado”, salientou o aluno do quinto ano da Escola Municipal Domingos Pimentel de Ulhôa.

Com quase 30 anos dedicados ao setor de educação, a auxiliar de serviços gerais, Alzira de Campos Silva colaborou com os trabalhos. “As crianças estão atentas sobre os riscos que podem correr no futuro e por mim sempre estarei envolvida na coleta dos brinquedos.

É melhor praticarem boas ações através da literatura infantil”, comentou.Os objetos arrecadados foram trocados por livros e cupons para concorrem a brindes.

Entre os livros doados “Droga não é Brinquedo”, “Leonzinho e o Detetive”, “Quando Meu Melhor Amigo Virou Zumbi”.Apoio institucionalOs Ministérios Públicos do Trabalho e Estadual, a 13ª Subseção da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), a Polícia Militar de Minas Gerais e o Conselho Comunitário de Segurança Pública (Consep) apoiaram a 2ª Semana do Desarmamento Infanto Juvenil.

Secom
.

Fonte: Gazeta de Uberlândia