A Secretaria Municipal de Saúde de Uberlândia se prepara para a18ª Campanha Nacional de Vacinação contra a gripe. 30 de abril foi definido pelo Ministério da Saúde como o“dia D” de mobilização Nacional, com todas as Unidades de Atenção Básica e Unidades de Atendimento Integrado (UAIs) com as salas de vacinação abertas para a população. O período da campanha será de 02 a 20 de maio de 2016.

   Durante este período, os profissionais da rede irão vacinar pessoas que formam o grupo prioritário. São 147.030 pessoas no município que se enquadram dentro dos critérios preconizados. A meta é atingir no mínimo 80% desse total, ou seja, 117.624 pessoas.

   Devem ser vacinadas as crianças de seis meses a menores de cinco anos, pessoas com 60 anos ou mais, gestantes, mulheres no período de até 45 dias após o parto, profissionais de saúde dos serviços públicos e privados, doentes crônicos com a prescrição médica e população carcerária.

   Em Uberlândia para receber a dose da vacina que protege contra a influenza (ou gripe), o cidadão deve procurar qualquer uma das 56 Unidades Básicas de Saúde da Família (UBSFs), seis UAIs (com exceção das unidades do Morumbi e São Jorge), as oito Unidades Básicas de Saúde (UBSs) ou os Ambulatórios Jaraguá, Amélio Marques e Herbert de Souza.

Trivalente

   Segundo recomendação da OMS para a temporada de 2016 no hemisfério Sul, a vacina disponível na rede pública é trivalente, contendo duas cepas do vírus tipo A e uma cepa do tipo B. A vacina quadrivalente é disponibilizada na rede privada, tendo a mesma composição da vacina trivalente e sendo acrescida de mais uma cepa relacionado ao tipo B.

   A vacina contra a influenza é contraindicada apenas para pessoas com histórico de reação anafilática prévia em doses anteriores ou a qualquer componente da vacina ou alergia grave relacionada a ovo de galinha e derivados. Após a vacinação, pode surgir dor no local da aplicação, coceira e até endurecer a parte onde houve a aplicação. Geralmente em 48 horas os sintomas desaparecem.

Capacitação

   Cerca de 120 profissionais da rede de saúde de Uberlândia passaram por uma capacitação nesta segunda-feira (18) sobre influenza. Foi uma atualização aos participantes sobre dados do município, tipos de vírus, o calendário da campanha de imunização e estruturação do atendimento. A enfermeira Rita de Cássia Zanette conta que vai aproveitar as informações na profissão. “Essas orientações são importantes na prevenção e, como sou enfermeira, também no manejo dos pacientes no dia a dia”, diz.

   A influenza (gripe) é uma infecção viral que afeta principalmente nariz, garganta, brônquios e, ocasionalmente, os pulmões. A infecção dura aproximadamente uma semana, sendo reconhecida por apresentar febre alta de início repentino, acompanhada por dores musculares, dor de cabeça, mal-estar intenso, tosse não produtiva e coriza.

   Nos casos mais graves, geralmente, existe dificuldade respiratória e há necessidade de hospitalização. Nesta situação, denominada Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG), é obrigatória a notificação às autoridades de saúde.

   A transmissão ocorre por meio de secreções das vias respiratórias da pessoa contaminada ao falar, tossir, espirrar ou pelas mãos, que após contato com superfícies recém-contaminadas por secreções respiratórias, pode levar o agente infeccioso direto a boca, olhos e nariz.