Por volta de 7h30, desta quarta-feira (17), agentes penitenciários saiam do trabalho em ônibus escoltado e dois deles em veículo próprio. Em uma das principais avenidas de Uberlândia, Avenida João Naves de Ávila, um veículo emparelhou ao lado do veículo do agente penitenciário Luciano Lucas, pelo lado do motorista e efetuou disparos de ama de fogo, provavelmente arma automática. O outro agente que estava logo a frente, parado no semáforo com seu veículo ouviu os disparos e percebeu que se tratava de um ataque ao colega. De imediato desceu do carro, sacou a arma, mas percebeu apenas que um veículo fugiu do local pela faixa de ônibus.

Luciano Lucas, segundo informações de colegas, trabalhava no período da noite na Penitenciária Professor João Pimenta da Veiga. Ainda segundo colegas não sofria ameaças e não tinha muito contato com presos e estaria de folga no fim de semana. No local foram encontradas 20 cápsulas de 9mm utilizado possivelmente uma sub metralhadora. Luciano foi atingido na cabeça e morreu.