Encerrou as atividades nesta quinta-feira (25), a empresa Daiwa do Brasil, que atuava há 43 anos em Uberlândia. A empresa continua com sedes na China e Indonésia e tinha um escritório comercial em São Paulo, que também foi fechado.

A empresa têxtil estava situada no Bairro Industrial e em nota para o prefeito de Uberlândia, disseram que a empresa estava sofrendo grandes mudanças desde a falência de um banco de investimento norte-americano em 2008 e o alto preço do algodão no mercado, o que gerou déficits financeiros no grupo.

Eles disseram ainda que a empresa juntou esforços para que isso não houvesse o fechamento da indústria, mas a condição financeira da empresa piorou em 2015 e sem perspectiva de melhora, a melhor solução para eles foi o encerramento.

O presidente da empresa, que contava com aproximadamente 300 funcionários, informou que em virtude do desligamento de todos os empregados, eles farão uma negociação de “boa-fé” com todos para agradecer o trabalho ao longo desses 43 anos que a empresa atua no país.

Em nota, a Prefeitura de Uberlândia lamenta o encerramento das atividades da empresa Daiwa do Brasil Têxtil Ltda e se consterna também com as pessoas que foram desligadas nesta data.