O Dia D da Campanha de Vacinação em Minas Gerais levou milhares de pessoas às salas de vacinação de todo o estado. Em Belo Horizonte, no Centro de Saúde Cachoeirinha, a secretária-adjunta da Secretaria de Estado de Saúde (SES) de Minas Gerais, Alzira de Oliveira Jorge, juntamente com o secretário Municipal de Saúde de Belo Horizonte, Fabiano Pimenta, participaram do Dia D e falaram sobre a importância da prevenção para evitar complicações da doença. A meta é vacinar 80% do público prioritário, composto em Minas Gerais por cerca de 5 milhões de pessoas.

Para a secretária-adjunta da SES-MG, a vacinação é essencial para diminuir a circulação dos vírus da gripe, garantindo uma cobertura para toda a população e evitando assim o aumento dos casos da doença. “O estado já distribuiu cerca de 65% do total de doses da vacina recebidas do Ministério da Saúde e priorizou, em um primeiro momento, as regiões que já apresentavam aumento do número de casos de Influenza.

Com essa distribuição diferenciada, foi possível atender com mais agilidade a população prioritária de diversos municípios do estado, como por exemplo os do Sul de Minas”, contou. Alzira Jorge destacou ainda que a previsão é que o restante das doses, 1.

881.466 milhão, seja enviado pelo Ministério da Saúde na semana do dia 9 de maio.

No total, Minas Gerais irá contar com 5.278.

400 milhões de doses.O superintendente de Vigilância Epidemiológica da SES-MG, Rodrigo Said, enfatizou a cobertura vacinal do estado até o momento.

“Tendo em vista que muitos municípios anteciparam o início da campanha de vacinação contra a gripe para o dia 25 de abril, Minas Gerais já estava, até o dia 29 de abril, com cerca de 10% da população vacinada. Acreditamos que até o final da campanha, que se dá no dia 20 de maio, a meta de cobertura vacinal de 80% será cumprida”, afirmou.

Acompanhado de sua esposa e filha, Sérgio Aristeu Sabaini, de 63 anos, também estava na fila para receber a dose anual. “Gripar, de ficar com febre e de cama, nós nunca mais gripamos.

O máximo que temos é um leve resfriado, mas nada que atrapalhe as nossas atividades diárias”, afirmou.A campanha de vacinação começou a ser veiculada na última segunda-feira (25) e tem como inspiração os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, com o seguinte slogan: “Contra gripe a vacina é campeã”.

A ideia é evidenciar que a vacinação é importante para uma vida saudável e, dessa forma, incentivar os grupos prioritários a comparecerem aos postos de saúde e receberem a vacina. Fazem parte do grupo prioritário da campanha e devem ser vacinadas as gestantes, idosos (acima de 60 anos), mulheres no período de até 45 dias após o parto, crianças entre seis meses e menos de cinco anos de idade, profissionais de saúde, indígenas, além de pessoas com doenças crônicas, como diabetes, asma, bronquite e hipertensão.

Em Minas Gerais, esse grupo corresponde a 4.933.

081 milhões de pessoas, que poderão receber a vacina nas mais de 3.854 salas de vacinação disponíveis, além dos postos volantes montados especialmente para a campanha pelas Secretarias Municipais de Saúde.

Mesmo quem não faz parte do grupo prioritário da campanha de vacinação pode se prevenir da gripe. Entre as medidas de prevenção que devem ser adotadas por toda a população estão hábitos simples como lavar as mãos com água e sabão frequentemente, utilizar o antebraço ou o lenço de papel quando for tossir ou espirrar (evitando assim cobrir a boca com as mãos), evitar tocar os olhos, boca e nariz após contato com superfícies, não compartilhar objetos de uso pessoal e manter os ambientes bem ventilados.

Agência Minas
.

Fonte: Gazeta de Uberlândia