Praia Clube e Rio de Janeiro fizeram hoje pela manhã a final da Superliga feminina 2015/16.  Depois de mais de duas horas de jogo, a experiência do Rio fez a diferença e a equipe carioca conquistou seu décimo primeiro título. As praianas que estavam em sua primeira final mostraram muita raça e vontade de vencer, mas a inexperiência atrapalhou na hora de decidir os sets.

Resultado final 1×3 (parciais de 18×25, 28×26, 26×28 e 26×28).O estádio de Brasília estava lotado com torcedores dos dois times para acompanhar a grande decisão.

O Praia começou muito mal o jogo e não gerou nenhuma dificuldade para o Rio fechar o primeiro set. No segundo mais uma vez  a equipe carioca começou muito melhor, mas ao poucos  técnico Ricardo Picinin organizou o time e as praianas viraram o placar e empataram o jogo.

O terceiro set começou com domínio claro do Praia, o time chegou a abrir 20×15, mas não conseguiu aproveitar as oportunidades e permitiu que o Rio vencesse o set. Depois da derrota na terceira parte do jogo as meninas de Uberlândia pareciam estar perdidas em quadras, e viu o Rio abrir grande vantagem no placar, novamente Picinin mexeu no time e as meninas voltaram a jogar o vôlei que as levaram para a final.

Mesmo recuperando o ritmo e conseguindo equilibrar o set, as praianas não conseguiram aproveitar as chances que teve e viu as comandas de Bernardinho terem o ponto do jogo três vezes, até que fecharam em 28×26.No duelo entre o maior campeão contra a equipe revelação, o costume de vencer fez a diferença para que o Rio levasse o troféu mais uma vez.

Claro que o Praia queria o título e lutou por isso, mas depois de vários anos parando nas quartas de final, o vice campeonato serve como experiência para que o time volte ainda mais forte na próxima temporada. É necessário que o clube invista para manter suas principais jogadores e busque reforços pontuais para que ano que vem o título venha.

Valeu pela luta das meninas.Parabéns Praia
.

Fonte: Gazeta de Uberlândia