Angela Maria lamentou a morte de Cauby Peixoto no velório do cantor, na Assembleia Legislativa de São Paulo, no começo da tarde desta segunda-feira (16). O artista morreu vítima de uma pneumonia, aos 85 anos, no final da noite deste domingo. “Eu não esperava que ele fosse tão cedo.

Perdi não só um amigo, mas um irmão de muitos anos”, afirmou Angela.
A eterna Sapoti lembrou o último show ao lado de Cauby.

As apresentações comemoravam as seis décadas de carreira dos cantores. O seu último disco foi lançado no ano passado.

“Antes de entrar no palco tivemos uma conversa. Perguntei como ele estava e ele falou que estava bem, mas ele não estava.

No palco, notei que ele estava muito mal, bem fraquinho”, recordou a cantora. Agnaldo Timóteo foi outro a passar pelo velório do artista.

“Aprendi muito com ele, assim como todos. As duplas sertanejas que cantam romântico aprenderam com ele”, disse, emocionado.

A cantora Edith Veiga, a senadora Marta Suplicy e o filho Supla também deram o seu último adeus ao cantor, que enfrentou uma internação em UTI em março de 2015. Empresária de Cauby há 16 anos, Nancy Lara contou ter perdido “um pai, um irmão, um companheiro”.

O intérprete de “Conceição” estava internado desde o dia 9 em um hospital da capital paulista.
O velório está marcado para as 16h no Cemitério de Congonhas.

Além de Cauby, a música já havia perdido esse ano Prince, encontrado morto em sua casa, e David Bowie, vítima de um câncer.
(Por Guilherme Guidorizzi)
.