Cauby Peixoto morreu na fim da noite de domingo (15), em São Paulo. A causa ainda não foi divulgada. O cantor tinha 85 anos e há um ano havia feito um demorado check up, que apontava que ela tinha um bom quadro de saúde.

A assessoria do cantor confirmou a triste notícia. Por volta das 1h da madrugada de segunda-feira (16) a página do Fã Clube Oficial do cantor no Facebook publicou a seguinte mensagem: “Com muita dor e pesar informamos aos amigos e fãs que nosso ídolo Cauby Peixoto acaba de falecer as 23:50 do dia 15 de maio.

Foi em paz e nos deixa com eterna saudades. Pra sempre Cauby!”.

Uma das vozes memoráveis da música brasileira, o cantor de clássicos como “Conceição” influenciou diversas gerações, até mesmo as recentes. Um exemplo é o jovem Ayrton Montarroyos, finalista da última edição do “The Voice Brasil”, que declarou ser fã de Cauby.

Quem fez questão de visitar o artista numa apresentação na Capital Federal, realizada no dia 20 de abril, foi o também cantor Luciano Camargo, que passa bem após se acidentar e fraturar a costela. A foto dos artistas lado a lado foi publicada no dia 25, na página que faz homenagem a Cauby Peixoto no Facebook: “Luciano veio dar um abraço em Ângela e Cauby na recepção do hotel em Brasília! Gentileza e muito carinho”, dizia a legenda.

Nascido no dia 10 de fevereiro de 1931, em Niterói, no Rio de Janeiro, ele seguia trabalhando e fazia uma turnê ao lado de Ângela Maria, outro respeitável nome da cena artística que já foi homenageada por Neymar quando completou 60 anos de carreira. O próximo show dos dois com o espetáculo que lembrava os 120 anos de música, sendo 60 de cada carreira, estava marcado para sábado, 21 na Capital Paulista.

Internação longa em 2015
No ano passado o artista ficou internado por cerca de 45 dias e teria passado três semanas na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI), informação confirmada pela Santa Casa de Misericórdia de São Paulo. A empresária do cantor, na época, disse que não havia estado grave e que tratava-se de exames de rotina feitos por Cauby Peixoto.

.