Karol Conka é a nova sensação da música e o seu cachê já supera os valores cobrados por Anitta. A rapper curitibana de 29 anos pede R$ 150 mil por show enquanto a “Poderosa”, criticada ao exibir um novo visual na TV, cobra até R$ 130 mil. Karol também ganha mais que Ludmilla, conhecida por suas várias mudanças de visual, cujo preço de cada show oscila de R$ 70 mil a R$ 120 mil.

A informação é da coluna “Retratos da Vida”, do jornal “Extra”, nesta segunda-feira (16). O valor das apresentações disparou porque a intérprete de “Tombei” começa a fazer shows no exterior ainda este mês.

Entre o próximo dia 19 e até 11 de junho, Karol vai cantar na França, Inglaterra, Suíça e Alemanha. Há dois anos, seu cachê era de R$ 18 mil.

O ajuste no valor das apresentações acabou surpreendendo alguns contratantes.
Com dez anos de carreira, um disco e três singles lançados, a curitibana é dona do hit “Boa Noite”, lançado em 2011 e presente na trilha sonora do “Fifa 14”.

O jogo reúne ainda música de Marcelo D2, narração de Tiago Leifert, cuja mulher, Diana Garbin, sofre de disformia corporal, e comentários de Caio Ribeiro. No mês passado, Karol foi uma das famosas a prestigiar a festa da Dolce & Gabbana em São Paulo.

Saiba mais da carreira de Karol
Antes de fazer parcerias com rappers como Emicida, Marcelo D2 e Kama, a cantora começou a rimar na escola. Nascida em 1º de janeiro de 1987, Karoline dos Santos Oliveira chegou a integrar os grupos Agamenon e Upground Beats.

Quando os três clipes oficiais somavam mais de 1,5 milhão de visualizações no Youtube, Karol lançou o primeiro disco, “Batuk Freak”, em 2013.
Com Luiz Melodia, a rapper gravou a canção “Até Amanhecer”.

Foi a vencedora do Prêmio Multishow como Artista Revelação 2013 e da categoria Nova Canção 2015, por “Tombei”. Karol também é compositora de músicas como “Corre, corre, erê”, “Gandaia” e “Vô Lá”, além de “Gueto ao Luxo” e “Sandália”.

(Por Guilherme Guidorizzi)
.