Ludmilla se envolveu em uma mais uma polêmica após processar Val Marchiori por injúria racial e rebater os internautas por fazer uma tatuagem inspirada em Rihanna. Neste último fim de semana, uma vizinha da cantora resolveu protestar em seu perfil no Facebook contra as festas que a funkeira dá em sua casa, localizada em uma área nobre da Ilha do Governador, na Zona Norte do Rio.
A reclamação da vez foi feita através de um vídeo publicado por Paula Mariano, vizinha da artista.

Nas imagens, ela reclama do som alto e dos palavrões entoados nas letras das música. “Eu não sou obrigada a escutar isso dentro da minha casa.

Quer falar de respeito, Ludmilla? Comece respeitando seus vizinhos! Temos bebezinho na vizinhança. Meu filho de 7 anos não tem que escutar dentro da nossa casa o monte de palavrões das letras das músicas que você escuta”, postou a moradora, reclamando da namorada de Xerxes Frechiani, que se declarou para o produtor recentemente.

Amigos da moradora ficam indignados com a publicação e Paula afirma que irá fazer novos vídeos
“Moro em frente a essa cantora. Assim que se mudou, as festas invadiam a madrugada.

Agora são durante o dia mas o volume é surreal, ninguém tem sossego. Hoje começou às 14h e continua até agora (19h).

O pior é a quantidade de palavões nas letras das músicas! Temos bebê recém nascido na vizinhança que a mãe não consegue colocar pra dormir! É de dar nojo! A vizinha ao lado da minha casa chamou a polícia”, acrescentou.
Insistente, Paula afirma que vai começar a fazer outros vídeos para que o problema seja solucionado.

“Vou começar a filmar mais! É que hoje estou sem a menor paciência porque a baixaria das músicas está aumentando demais. Muitos jornalistas estão me procurando e, quem sabe, ajudem a cantora em questão a ter mais cuidado e respeito com quem está a seu redor”, finalizou.

.