Cassandra (Juliana Paiva) enfrenta Suely (Danielle Winits) e pede apoio a Débora (Olivia Torres)(Foto: Globo/Paulo Belote)Cassandra (Juliana Paiva) já faz barulho e confusão suficiente. Ainda mais agora que é capa de revista – pensa como a ex-moradora do Bairro de Fátima, e agora emergente da Barra da Tijuca, não está com o ego lá em cima. No fundo, ela merece.

Se tem uma pessoa que não deixa um “não” abalar, é ela. Sempre dá um jeito de conseguir o que quer – às vezes de uma forma meio torta, mas consegue.

Desde sempre ouvimo Hugo (Orã Figueiredo) dizer como a filha lembrava a mãe. Animava qualquer ambiente, dava luz até nos momentos mais sombrios.

Pena que essa mãe a abandonou ainda criança, com Débora (Olívia Torres) ainda mais pequena, e deixou toda a responsabilidade em cima de Hugo. O paizinho foi excepcional, mas essa ausência e trauma jamais serão apagados da vida das meninas.

Agora milionários, desfrutam do bom e do melhor, mas sem perde a essência. Cassandra sempre deslumbrada, Débora um pouco mais vaidosa, mas ainda extremamente focada e inteligente, e Hugo…ah, o Hugo.

O marido, pai e amigo que qualquer um gostaria de ter. E agora na versão apaixonado por Gilda (Leona Cavalli).

Mas é em um almoço em família que vem mais uma virada por aí. Ninguém mais ninguém menos que Suely (Danielle Winits), a ex-mulher de Hugo e mãe das meninas, ressurge das purpurinas – porque aquela ali foca no brilho – para abalar as estruturas da família.

Cassandra (Juliana Paiva) enfrenta a mãe, Suelly (Danielle Winits) e tenta ter o apoio de Débora (Olívia Torres)(Foto: Globo/Paulo Belote)“Eu sou burra, mas não sou boba” é o lema de Cassandra. E ela logo nota que a mãe está ali por interesse no dinheiro e não por saudade da família que deixou para trás.

A filha mais velha não cede e enfrenta a mãe. Já Débora, que não tem lembrança nenhuma dela, fica mexida.

Suely percebe que ela é a presa perfeita para conseguir se reaproximar deles. Um impasse daqueles e mais um momento de brigas entre as irmãs.

Hugo também fica afetado com isso tudo, mas não se entrega – ele guarda muitas mágoas do abandono.
Pode até parecer um grande dramalhão, mas a verdade é que Cassandra não nega as origens.

Tudo é música, interpretação e uma boa dose de loucura, que foge do normal. Elas de fato têm um jeito muito parecido – mas Cassandra percebe que não quer se tornar aquela pessoa.

Suely chega chegando e vai causar além do esperado. Inclusive, para colocar as mãos no dinheiro, vai até interferir no relacionamento de Charles (Raphael Sander) e Débora (Olívia Torres).

Por trás das câmeras
Bastidor de gravação com direção de Marcus Figueiredo – Hugo (Orã Figueiredo) abre a porta pra Suely (Danielle Winits). Cassandra (Juliana Paiva) e Débora (Olívia Torres) estão por lá(Foto: Globo/Paulo Belote)“Foi uma surpresa maravilhosa.

Eu acompanho a novela e é um sucesso. É legal dar o ar da graça em um projeto tão bacana, com uma equipe que eu já tinha trabalhado em ‘Malhação’ de 2012”, comenta Danielle Winits sobre sua participação.

“A personagem é muito bem desenhada. É leve, divertida, canta.

É uma artista não bem sucedida. Isso equilibra e não fica só no peso de ser a mãe que abandonou as filhas”, continua ela ao definir a personagem Suely.

“Ela vem atrás do Hugo, que ganhou na loteria. É uma mulher que está sem eira nem beira na vida.

Ela continua priorizando a própria liberdade e vai tentar de todas as formas tirar alguma coisa do ex-marido”, conta a atriz. “Me pediram pra vir como um furacão e é o que ela é.

Uma mulher bem sem noção e que chega com o pé na porta”, finaliza Dani.
“Essa mulher foi falada a novela inteira e não tinha sido revelada.

Quando soube que era a Dani já pensei que ela seria a mãe perfeita da Cassandra. Li o texto e já imaginei como seria feito.

Está naquele tom de tragicômico, porque é um drama na vida delas, mas a personagem é muito engraçada”, revela Juliana Paiva. “É um espanto.

A Suely já estava fora da vida deles há 20 anos e ela volta um furacão. Ela volta Dani Winits.

Cantando, fazendo, tentando conquistar. Claro que ela volta por interesse.

Volta parecendo que foi ali comprar um pão e voltou. Chega a abalar as estruturas do Hugo, mas como ele está com a Gilda, não cai na armadilha dela”, comenta Orã Figueiredo.

“As gravações estão sendo ótimas. Ao mesmo tempo que tinha uma coisa engraçada, tinha também, na mesma cena, misturado, muita emoção, comoção.

Por parte principalmente das filhas, o choque do Hugo com aquela mulher. São cenas muito ricas”, completa ele.

“Ela não tem ligação com a mãe. Ela sente falta, não tem preenchimento em vários aspectos por causa dessa ausência.

A hora em que a Suely chega, a Débora quer conhecer essa mãe. Saber as origens, o que aconteceu”, explica Olívia Torres sobre o comportamento de sua personagem Débora.

“A Suely é uma criatura encantadora. Ela é muito parecida com a Cassandra.

Divertida, astral. E a Débora é o oposto e isso a atrai”, diz ela.

“A Débora é muito inteligente, ela sabe que a mãe quer o dinheiro. Mas a saudade da mãe é imensurável.

Ela quer a mãe de qualquer jeito”.
As cenas estão previstas para irem ao ar a partir desta sexta-feira, dia 6.

‘Totalmente Demais’ é escrita por Rosane Svartman e Paulo Halm, com direção geral de Luiz Henrique Rios e direção de Marcus Figueiredo, Noa Bressane, Luis Felipe Sá e Thiago Teitelroit.

.

Fonte: TV Foco