A atriz Letícia Sabatella e a juíza Kenarik Boujikian Felippe, do Tribunal de Justiça de São Paulo, se reuniram com o Papa Francisco nesta segunda-feira (9) para denunciar o processo de impeachment contra a presidente Dilma Rousseff e a crise política no Brasil.
“Ele nos ouviu atentamente, nos disse que irá orar pelo povo brasileiro, que se preocupa com o Brasil. E, perguntado sobre a postura de um diálogo necessário sobre o nosso ponto de vista, reiterou que o diálogo é sim uma necessidade para a construção de um mundo melhor para todos”, afirmou Boujikian Felippe à Rádio França Internacional (RFI).

“Esse clima de intolerância é como uma doença, acho que é pertinente pedirmos auxílio e levarmos ao papa o que está acontecendo. Existe uma sombra, um ódio, uma busca pelo bode expiatório que não vai resolver a situação sistemática do país”, completou a atriz.

O jurista, que escreveu a carta a pedido de João Pedro Stédile, líder do MST, comentou que, caso o impeachment se concretize, outros países da América Latina podem sofrer impactos.
“Esta conjuntura tem réplicas em outros países sul-americanos em que governos com a mesma orientação contrária à visão neoliberal e em favor de políticas de inclusão foram ou estão na iminência de serem estabilizados.

.

Fonte: TV Foco