A ex-“BBB” Adélia, que é advogada, foi vítima de vários ataques racistas em seu perfil nas redes sociais Instagram e Facebook. Diante disso, ela foi até a Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática, no Rio de Janeiro, para prestar queixa contra eles.
Na manhã desta sexta-feira (29), ela prometeu o que havia anunciado anteriormente.

 “Aguentei muita coisa calada, mas as injúrias me fortaleceram para brigar por essa causa”, afirmou Adélia em nota divulgada à imprensa, após ter sido chamada de macaca em algumas fotos.
Ela ainda chegou a receber insultos relacionados à escravidão, como “volta para a senzala”.

 “Antes, eu apagava os comentários, tinha vergonha de expor esse conteúdo na internet, mas como mulher, advogada e negra não posso me calar”, declarou ela.
“Hoje que estou exposta na mídia, percebo a força que temos para lutar contra esse tipo de intolerância”, desabafou a ex-sister.

.

Fonte: TV Foco