As atitudes de José de Abreu estão deixando a Globo com um pé atrás em relação à ele. Recentemente, o ator foi visto em uma discussão política em um restaurante japonês de São Paulo, onde estava jantando com a sua mulher, e se sentiu desrespeitado.
“Vota no PT e vem comer no japonês”, gritou um homem, que foi surpreendido com Zé se levantando e indo até a sua mesa.

Bastante nervoso, ele chamou o casal de “coxinhas”, quando a briga começou. Por fim, ele disparou cuspes no cliente e na sua mulher.

Em seguida, ele foi ao Twitter e escreveu um desabafo: “Acabei de ser ofendido num restaurante paulista. Cuspi na cara do coxinha e da mulher dele! Não reagiu! Covarde.

Advogado carioca… O covarde perdeu a linha, deve ter cagado nas calças”.
“Durante meia hora ofenderam minha esposa e ela não me disse nada.

Na hora de ir embora ele se levantou e começou a discursar. Cuspi na cara! Cuspi na sua cara e ele não reagiu.

Covardes fascistas”, explicou ele, antes do vídeo vazar na internet.
Nas imagens, porém, o rapaz tenta partir para cima do ator, mas é contido pelos demais clientes.

Essa atitude de Zé, no entanto, está pegando muito mal, já que a Globo, onde ele trabalha, não concorda com nada disso. A repercussão é bem negativa.

Ele, que estava convidado para o “Domingão do Faustão”, pode ser vetado. De acordo com a jornalista Keila Jimenez, há diretores que não querem que ele vá ao programa após o ocorrido.

Eles temem que o ator use o programa para atacar o casal.
Alguns também temem que o caso repercuta mal para a imagem do canal, que prefere não conseguir audiência às custas de polêmicas pessoais.

 Caso ele seja liberado, não poderá falar sobre esse tipo de assunto no programa.

.

Fonte: TV Foco