Lançado como galã da Globo na novela “Mulheres apaixonadas”, em 2003, o ator dá expediente todos os dias na franquia de bolos que abriu. Longe das novelas há quatro anos, Calomeni garante não ter desistido da vida artística.
“A loja não é um plano B.

Sempre tive esse espírito empreendedor. Não posso reclamar da minha profissão.

Foi ela que me deu recursos para investir em outros negócios. E faço questão de estar presente lá para dar certo.

Nunca tive problema com trabalho”, diz.
Mesmo com a administração das lojas de bolo, Rafael não abandou a carreira artística.

Ele acaba de estrear como diretor de uma série homoafetiva que será exibida na web, “O Quarto ao Lado”.
Com roteiro de Pedro Arbex, a história fala de um casal que adota um menino e o mistério que envolve o seu desaparecimento.

O casal homossexual é vivido por Sério Abreu e Jorge Medina que contracenam também com Hugo Moura, marido de Deborah Secco, Ana Paula Tabalipa, entre outros.
A experiência de dirigir para a web encantou o ator.

“É um trabalho que tem uma leitura mais dinâmica e achei que trabalhar para a internet dá mais liberdade. Quem acompanha a web sente necessidade das histórias estarem próximas da realidade.

Não é preciso se prender ao politicamente correto”, disse ele, que já planeja uma nova série. “Vou dirigir agora uma história infanto-juvenil”.

.

Fonte: TV Foco