Paulo Henrique Amorim no “Domingo Espetacular”, programa que comanda na Record(Foto: Reprodução/Record)Apresentador da Record, Paulo Henrique Amorim voltou a atacar a Globo e seus funcionários, dizendo que a emissora será vendida e chamando até uma jornalista de “urubóloga”.
Por meio de seu blog e perfil oficial no Twitter (Conversa Afiada), Amorim disse que o grupo norte-americano Time-Life vai comprar a Globo: “O grupo time-life vai se reorganizar para comprar a Globo”. Em seguida, o jornalista atacou a família Marinho e funcionários da emissora, com comentários do tipo, “os credores chamam os filhos do Roberto Marinho de idiotas” e que uma das coisas que “os novos donos [da Globo] farão será mandar o Faustão à …” (confira todos os comentários nas imagens abaixo).

Defensor assíduo do Partido dos Trabalhadores, Amorim ainda atacou a jornalista e comentarista de economia da Globo, Miriam Leitão, a qual chama de “urubóloga”: “Como a Dilma não pedalou, por que a Urubóloga quer impeachar a Dilma?”, escreveu como legenda em de uma imagem de Miriam. “Novos donos não entram na Globo enquanto a urubologa estiver lá dentro”, diz em outro trecho.

Na semana passada, Amorim foi condenado e terá de cumprir pena por crime de injuria racial contra o jornalista Heraldo Pereira, da Globo. A condenação a um ano e oito meses de reclusão teve sua execução imediata determinada no dia 15 de junho.

O regime de cumprimento da pena estabelecido é o aberto, pelo fato do jornalista não ter tido, ainda, condenação definitiva. Mas a acusação vai recorrer, defendendo que ele não é réu primário, e ele já foi condenado em outra ação penal.

Em março deste ano, Amorim foi condenado a pagar R$ 50 mil ao jornalista Merval Pereira, do jornal O Globo, por tê-lo chamado de “jornalista bandido”.
Procurada para comentar os comentários de Paulo Henrique Amorim, a Comunicação da Globo não se manifestou até a conclusão deste texto.

(Foto: Reprodução/Twitter Conversa Afiada)

.

Fonte: TV Foco