A vitória do Cruzeiro sobre o Campinense por 3 a 2, nesta quinta-feira, no Mineirão, teve um sabor especial para o atacante
Willian. Além de encerrar o jejum dele na atual temporada, o terceiro gol cruzeirense
na partida fez o jogador se tornar artilheiro isolado do Mineirão,
desde a reinauguração do Gigante da Pampulha, em 2013, após passar por
reformas para a Copa do Mundo (confira no vídeo acima).LEIA TAMBÉM:>> Cruzeiro toma susto do Campinense, mas vence e avança na Copa do Brasil Ao balançar as redes do goleiro da equipe paraíbana, o Bigode
chegou a 23 gols no novo Mineirão, superando a marca de 22 do meia
Ricardo Goulart, ex-jogador do Cruzeiro, que está atualmente no futebol
chinês.

 O gol histórico foi também o primeiro de Willian em 2016. O triunfo também garantiu a passagem do time celeste à segunda fase da
Copa do Brasil.

Na terça-feira, no interior do Paraná, a Raposa encara o
Londrina, pela competição. O jogador valorizou a vitória e festejou a marca após sofrer duas lesões musculares nesta temporada.

– Muito feliz, é agradecer a Deus por esse gol e também por ter me dado
força na recuperação. Fiquei de fora na maioria dos jogos esse ano.

Feliz pelo
gol, pela vitória, que não foi fácil. A equipe oscilou, mas todos se
entregaram.

O Campinense é técnico. Saímos com a classificação.

Feliz por ter
atingido a marca de artilheiro do novo Mineirão. A maioria dos gols de Willian, no estádio, saiu na última
temporada.

Treze deles foram marcados em 2015, sendo onze no Campeonato
Brasileiro, coincidentemente, todos esses durante a passagem de Mano
Menezes pela Toca da Raposa.
Quatro saíram em 2014, enquanto cinco ocorreram em 2013, quando Willian
chegou à Toca da Raposa II.

Além de Willian e Ricardo Goulart, ainda fazem parte do Top 5
do Gigante da Pampulha o atacante Dagoberto (17 gols); os
ex-cruzeirenses Everton Ribeiro, Borges e Marcelo Moreno (ambos com 12) e
Vinícius Araújo, que balançou as
redes do Mineirão nove vezes.
.

Fonte: Globo Esporte