Autor de “Haja Coração”, remake de “Sassaricando” de Silvio de Abreu, Daniel Ortiz é altamente aplicado ao trabalho e está colhendo os frutos.
A novela vem obtendo a maior audiência no horário das 7 desde 2013, quando a Globo exibia o fenômeno “Cheias de Charme”, superando os índices de sua antecessora, “Totalmente Demais”, também um dos maiores êxitos dos últimos anos. “É uma batalha diária”, explica o escritor que, aos 43 anos, já figura entre os principais autores de telenovelas do país.

Em entrevista à revista Quem, ele explica um pouco do sucesso da novela: “A novela tem uma mistura de todos os gêneros: comédia, romance, uma parte dramática. É vibrante e colorida, além de ter personagens bem construídos, que eu herdei do Silvio de Abreu.

As três mulheres falidas agradam as donas de casa, temos um núcleo jovem… A trama atrai todo tipo de público”.
“Na próxima novela quero fazer uma história original minha”, afirmou o novelista.

Apesar disso, ele não descarta um novo remake. “Se tivesse de reescrever outra história, escolheria Jogo da Vida (1981), Cambalacho (1985) ou Brega e Chique (1987).

Legal mesmo seria fazer uma mistura de várias novelas”, pontuou.
Uma de suas personagens, a Shirlei, foi “ressuscitada” de “Torre de Babel” (1998): “Eu gostava muito da personagem nessa novela.

Quando o Silvio me autorizou a fazer essa reedição, eu quis substituir algumas coisas, porque, quando você pega a história de outra pessoa, você se identifica mais com um personagem ou outro”

.

Fonte: TV Foco