Walcyr Carrasco É inegável que “Êta Mundo Bom”, novela escrita por Walcyr Carrasco para o horário das 18h, é o maior sucesso da teledramaturgia brasileira na atualidade. A trama raramente fica abaixo dos 30 pontos de média, algo impensável para o horário há alguns anos.
A fórmula de sucesso é antiga: o humor de época e com personagens bem definidos, a turma do bem contra a do mal, que irá “perder” a disputa no final.

Em entrevista ao Extra, Walcyr comemora a possibilidade de fazer uma novela com valores bem definidos:
“Acho que a novela avançou ao mostrar que é possível, sim, fazer uma história apostando em valores, em otimismo, em leveza e esperança. Queria uma trama que despertasse uma sensação boa na pessoas e acho que conseguimos“, conta.

Walcyr acredita que a novela, que segue a contramão das atuais tramas das 21h/23h, é sucesso justamente por conta dos valores da época em que se passa, que são diferentes dos da atualidade:
“Talvez porque justamente os valores sejam definidos, e exista uma saudade bem grande do tempo em que bastava a palavra dada para se fazer um negócio. A safadeza da atualidade cansou, não?”
Quanto à necessidade de humanizar os personagens que vem sendo defendida por muitos autores da atualidade, Walcyr prefere se manter longe.

“Sempre tive dúvidas a respeito disso. São discussões intelectuais, mas que na minha opinião devem passar longe do sentimento do criador.

Um criador não pode trabalhar amparado em teses.”

.

Fonte: TV Foco