Reprodução/TV Globo 15.mai.2015 – Banda Turne foi eliminada do “Superstar” com 58%, a pior pontuação do dia Começou neste domingo (15) a Zona de Risco, nome escolhido para batizar a segunda fase do “Superstar”.

Das 20 bandas classificadas na primeira fase, duas não conseguiram a pontuação mínima para permanecer no reality musical e deixaram o programa neste domingo. As eliminadas foram as bandas Tróia e Turne.

A Zona de Risco foi dividida em duas partes. Dez bandas se apresentaram neste domingo e outras dez vão se apresentar no próximo, dia 22.

Segundo as regras, as duas bandas com menor pontuação no ranking final deixam o “Superstar”. O formato da votação também mudou.

As duas primeiras bandas cantaram com a tela aberta. Em seguida, os vocalistas se sentaram em duas cadeiras próximas aos jurados, que representavam a Zona de Risco.

Conforme as apresentações rolavam, permaneciam sentados os vocalistas das bandas com as menores pontuações. A primeira banda a se apresentar foi a Negra Cor, que cantou “Toda Menina Baiana”, de Gilberto Gil, surpreendendo a todos com um medley com a música “Sorry”, sucesso na voz do ídolo pop Justin Bieber.

A apresentação foi aprovada pelos três jurados –Paulo Ricardo, Daniela Mercury e Sandy– e garantiu 71% somada à opinião dos telespectadores, que votavam simultaneamente. Em seguida, foi a vez da banda Georgia se apresentar.

Acompanhada de backing vocals, a vocalista Marina Costa cantou “Proud Mary”, sucesso de 1969 da banda californiana Creedence Clearwater Revival e garantiu 77% dos votos. A jurada Sandy elogiou muito a apresentação, mas chamou a atenção da vocalista para a afinação.

Depois das duas primeiras performances, Samba de Donanna. Plutão Já Foi Planeta, Melim, Bellamore, Outro Eu, Tróia, Superbanda, Turne e Powertrip se apresentaram com a tela fechada com o objetivo de bater os 71% da Negra Cor.

  Com 67%, Samba de Donanna passou para o lugar da Georgia e levou sua vocalista Elaine para a Zona de Risco, ao lado de Adelmo da Negra Cor. Com 75%, Plutão Já Foi Planeta fez uma boa apresentação com uma música autoral e se livrou da Zona de Risco.

Paulo Ricardo revelou que a banda é uma das suas favoritas e elogiou a Plutão Já Foi Planeta por ter uma mulher no baixo. A banda de irmãos Melim também optou por um medley de um clássico da música brasileira com um hit pop internacional, juntando “Anunciação” com “Put Your Records On”.

A mistura deu certo e garantiu 85% de aprovação, a maior desta tarde. Com uma música composta por um amigo da banda, A Bellamore conseguiu 76% e manteve Samba de Donanna e Negra Cor nas cadeiras da Zona de Risco.

Sandy elogiou bastante a banda. Em seguida se apresentou a banda Outro Eu, com 84% de aprovação.

   A Tróia foi a sétima banda a se apresentar e fez uma versão de “Chuva de Arroz”. A versão deles para o hit do novo sertanejo só rendeu 61% de aprovação para a banda, que pegou o lugar da Negra Cor na Zona de Risco e, por fim, acabou eliminada.

  A Superbanda garantiu 79% com “Everything is Everything” de Lauryn Hill. A apresentação colocou os jurados e todos da plateia para dançar e também foi uma das mais comentadas das redes sociais.

Os internautas elogiaram bastante o visual da vocalista, que usava tranças de boxeadora. Depois da Superbanda brilhar, o medley de “No Seu Lugar” e “Best of You” só rendeu 58% para a Turne, que acabou com a pior pontuação do dia e foi eliminada junto com a Tróia.

  A última banda a se apresentar foi a PowerTrip, que cantou uma versão diferente de “Another Brick in The Wall”, do Pink Floyd. A apresentação roqueira agradou e levou 73% dos votos, confirmando a eliminação da Tróia e da Turne.

O vocalista da PowerTrip chegou a se emocionar com tantos elogios que recebeu dos jurados. Com um vestido justo, a apresentadora Fernanda Lima garantiu seu nome nos trending topics do Twitter.

A roupa cinza rendeu muitos elogios dos internautas como “linda”, “elegante”, “sexy” e “chora na beleza”. 
.

Fonte: Uol Televisão