Carlos Villagrán, o Kiko do Chaves, saiu em defesa do ex-colega de elenco Ramón Valdés, o Seu Madruga, após acusação de Florinda Meza, a Dona Florinda, de que ele tinha problemas com drogas. Em entrevista ao jornal boliviano ‘El Deber’, o ator desmentiu a atriz.
“É deplorável o que [Florinda] disse, porque está falando de uma pessoa morta que não pode se defender, independentemente de qualquer assunto que seja.

Não sei qual foi o motivo, a causa, a razão ou a circunstância que a levou a dizer uma barbaridade tão grande tendo sido colegas no programa. Não entendo”, lamentou Villagrán.

O ator disse que não tem qualquer tipo de relação com Florinda — sua ex-namorada — há 35 anos e que não há clima para “reconciliação” com os atores originais. “Só ela tem a culpa do que fala.

São suas palavras e deve responder por isso, não o Ramón Valdés, que já está embaixo da terra. Para mim, ele não foi [drogado] porque fui seu melhor amigo.

Tudo o que disse Florinda é mentira”, completou.
Ainda na entrevista, o ator mexicano não acredita em uma reconciliação com Florinda Meza, a quem tem uma briga antiga.

Eles chegaram a namorar no início das gravações do seriado “Chaves”.
“Não sei, mas não acho que vá acontecer, talvez por falta de tempo.

E eu não quero mentir para os meus fãs, porque graças a eles como eu e comem meus filhos porque eles fazem o favor de ir me assistir. Não haverá reconciliação, já se passou muito tempo… Há atores que já não estão entre nós (…).

Reconciliação nem sequer foi considerada, e para quê?”, disse.

.

Fonte: TV Foco