Cena de “Os Mutantes” Cerca de sete anos depois, a Record mostra que não aprendeu a lição e está prestes a cair no mesmo erro. A emissora do bispo Edir Macedo, que fez sucesso em 2007 com a novela paranormal “Caminhos do Coração”, achou que esse sucesso deveria ser esticado e extrapolou.
No ano seguinte, ela apostou em uma nova temporada, que durou até 2009, quando foi criada uma terceira.

E o resultado, todos já sabem. O folhetim terminou saturado, com metade da audiência da primeira temporada.

Agora, a história se repete com as produções bíblicas.
Com “Os Dez Mandamentos”, em 2015, a emissora chegou a bater a Globo, com o “Jornal Nacional” e a novela das 9, e por causa disso, uma continuação foi produzida em 2016.

E não para por aí. Ainda neste ano, virá uma nova novela, “A Terra Prometida”, da mesma saga.

A parte 2 da novela, atualmente em cartaz, só começou a ser improvisada após o final da exibição da primeira, coisa que demonstra oportunismo e falta de planejamento, segundo uma análise do colunista Flávio Ricco. A história corre o risco de ser esgotada e terminar sem telespectadores.

.

Fonte: TV Foco