Wesley Safadão O país vive a maior crise econômica e política, e isso está prejudicando também a classe artística. Isso porque a “quebra” dos governos federais e estaduais está fazendo cair a quantidade de dinheiro público que costuma ser investido nos artistas, principalmente os mais populares.
De acordo com o colunista Ricardo Feltrin, a maior parte das receitas dos principais artistas tem origem em dinheiro público, como nas festas anuais de aniversários de cidades e Estados, eventos públicos em capitais, festas bancadas com o dinheiro de órgãos municipais, estaduais e federais.

Os shows pagos com dinheiro público representam até 65% do faturamento anual, de acordo com um levantamento da coluna, e sem esses shows, acaba caindo o faturamento de muitos deles. Por causa disso, desde janeiro, houve muitas demissões na área de shows.

Alguns cachês, nos últimos seis meses, chegaram a cair até 75% em São Paulo, como é o caso de Wesley Safadão. A contratação de um artista, no ano passado, chegava a custar entre R$ 500 mil e R$ 800 mil.

Hoje, os show com Safadão estão em torno de R$ 200 mil e até menos.
Até mesmo Roberto Carlos foi atingido pela crise, e ao invés de R$ 1 milhão, ele faz shows gradiosos por até R$ 750 mil.

 Ivete Sangalo, Claudia Leitte, Jorge & Mateus, Victor & Leo, Anitta também foram afetados. Apesar disso, nenhum desses artistas estão com dificuldades financeiras.

Isso porque a agenda de shows de todos eles é fechada com meses de antecedência. Portanto, os shows fechados hoje por preços abaixo do “comum” só deverão apresentados daqui a algum tempo.

Confira como está o cachê dos artistas:
Wesley Safadão: R$ 500 a R$ 800 mil – agora R$ 200 mil
Jorge & Mateus: R$ 400 mil – agora R$ 320 mil
Ivete Sangalo: R$ 350 mil – agora R$ 250 mil
Claudia Leitte: R$ 300 mil – agora  R$ 175 mil
Gusttavo Lima: R$ 320 mil – agora R$ 220 mil
Fernando e Sorocaba: R$ 250 mil-300 mil – agora R$ 150 mil
Victor & Léo: R$ 240 mil-R$ 280 mil – agora R$ 110 mil
Luan Santana: R$ 200 mil – agora R$ 160 mil
Paula Fernandes: R$ 150 mil – agora R$ 120 mil
Anita: R$ 80 mil – agora R$ 40 mil
Nando Reis: R$ 65 mil – agora R$ 35 mil
Naldo Beni: R$ 30 mil – agora R$ 6.000

.

Fonte: TV Foco