Giovana Oliveira, cunhada de Ana Hickmann, falou pela primeira vez sobre o atentado que lhe deixou doze dias no hospital, após ser baleada em um atentado contra a apresentadora do “Hoje em Dia”
Giovana, que ainda se recupera das cirurgias que sofreu, deu uma entrevista exclusiva a Cesar Filho. O encontro será exibido no “Hoje em Dia”, da Record, nesta terça-feira (7).
“Pedi [a Deus] para não morrer”, disse ela na entrevista.

Giovana lembrou todo o fato com riqueza de detalhes: como por exemplo que, durante o tempo em que Rodrigo de Pádua manteve todos sob a mira de uma arma, a campainha do quarto não parou de tocar.
Giovana contou também que, ao contrário do divulgado, não levou dois tiros de Rodrigo de Pádua.

O invasor acertou a jovem apenas uma vez: a bala entrou no braço, atravessou todo seu corpo e se alojou na sua perna.
Ela ficou internada dos dias 21 de maio ao dia 2 de junho, mas já está em casa de repouso e usa uma bengala para caminhar.

.

Fonte: TV Foco