O cunhado da apresentadora Ana Hickmann, Gustavo Henrique Bello, será denunciado por homicídio, por parte do promotor Francisco de Assis Santiago, do 2º Tribunal do Júri do Fórum Lafayette, mesmo após a conclusão de que ele agiu em legítima defesa.
Gustavo atirou contra Rodrigo Augusto de Pádua, autor do atentado contra Hickmann dentro de um hotel em Minas Gerais, no dia 21 de maio. De acordo com o promotor, segundo o jornal “Estado de Minas”, a denúncia ainda está em fase de conclusão até esta quinta (7).

“Estou tranquilo. Isso (ter sido denunciado pelo MP) não me preocupa nem um pouco.

A Justiça tem que cumprir o papel dela”, explicou nesta sexta-feira (8) em entrevista ao jornal “Extra” o irmão de Alexandre Correa, marido da artista.
O empresário paulista voltou a afirmar que agiu para salvar Ana Hickmann e sua mulher, Giovana Oliveira, que continua com uma bala alojada na perna.

“Por conta da publicidade da história existe esse cunho exploratório. Você não pode fugir de uma realidade que existe.

Ou morriam os três ou morria ele”, afirmou Gustavo.

.

Fonte: TV Foco