O Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE) condenou os humoristas Danilo Gentili e Marcelo Mansfield e a Rede Bandeirantes a pagar uma indenização no valor de R$ 200 mil à técnica de enfermagem pernambucana Michele Rafael Maximino, 34 anos.
A pernambucana moveu ação por danos morais após ter sua imagem veiculada em situação vexatória no programa “Agora é Tarde” em 3 de outubro de 2013. A decisão é da juíza Regina Célia de Albuquerque Maranhão, da 2ª Vara Cível de Olinda, que julgou o pedido procedente em parte.

Conforme o processo, durante o programa, os apresentadores fizeram “comparações indecentes” entre o leite doado por Michele e o esperma de um ator pornô, além de afirmarem que os seios dela “seriam propícios à masturbação” por permitirem a “realização de sexo na forma ‘espanhola’”.
Na sentença, a magistrada afirmou que o fato causou “grave lesão” à imagem da autora da ação, utilizada “de forma humilhante e degradante, causando consequência devastadora” para ela e sua família.

Em entrevista ao Jornal do Commercio desta sexta-feira (15), Michele comemorou a decisão da juíza Regina Célia de Albuquerque Maranhão, da 2ª Vara Cível de Olinda: “Fiquei feliz. A Justiça foi cumprida”.

 Ao JC, ela declarou: “Moramos nos fundos da casa de meu sogro, não temos condições de pagar aluguel e ainda temos dívidas da mudança”.
Mãe de três filhas, Michele revelou que faria tudo novamente: “Mas faria tudo de novo.

Amamentação é amor”.

A decisão ainda cabe recurso.

A Band afirmou através de sua assessoria que irá recorrer. Já Danilo Gentili não se manifestou

.

Fonte: TV Foco