Chegar aos 55 anos, com o corpo em forma e status de galã não é pra qualquer um. Por isso Humberto Martins, que faz aniversário nesta quinta-feira, 14, tem motivos de sobra para comemorar. E ele tem plena consciência disso.

“Essa questão de galã não tem jeito. Você tem que fazer um ou outro personagem que possa pintar com tintas fortes, mas se o seu estereótipo é esse, que bom”, festeja.

Ele relembra que quando faziam personagens onde o corpo ficava em evidência e percebeu que não era esse plano de carreira que queria, se “sabotou”. “Fiquei sem malhar, foi assim que fiz ‘América’.

Ninguém precisa ser malhado para ser um personagem, só precisa ser humano. Você não vai viver apenas da característica sensual e sexy”, defende.

Questionado se voltaria a fazer descamisados na TV, ele responde: “Seja um pescador ou um maluco que fica de cueca. Já saboreei outras coisas, queria alçar novos voos e não ficar preso a algo que sabia que iria acabar.

Já tinha falado que isso estava cafona. Não dá para uma pessoa jantar na mesa, vendo um monte de peito cabeludo, nojento, suado.

É indigesto, a pessoa até perde a fome”.

.

Fonte: TV Foco