Elke Maravilha continua internada no Rio de Janeiro, e não tem previsão de alta. Ela está na Casa de Saúde Pinheiro Machado, em Laranjeiras, na Zona Sul do Rio, após uma uma cirurgia na última semana para a retirada de uma úlcera duodenal.
De acordo com Frederico Grunnupp, irmão de Elke, ela deve deixar o CTI em dois ou três dias: “Ela está ótima.

É tudo passo a passo, mas está cada dia melhor. Ela está feliz, ela é sempre feliz.

Sempre com aquela alegria, felicidade. É natural dela”.

“Ela está muito bem cuidada lá”, completou o irmão, em conversa com o EGO. “Ela fez uma operação no duodeno, a úlcera foi retirada e sedaram ela depois da cirurgia para que ela não tivesse dor”, explicou ele na entrevista, e deu mais detalhes.

“Houve uma infecção depois da cirurgia, que já era prevista, porque o duodeno foi perfurado. Então mesmo limpando tudo, é comum dar essa infecção.

Os médicos falaram que é um local que facilmente contamina, é algo que acontece em segundos”, disse.
“Por isso, ela tem que ficar anestesiada, até porque ela não podia ficar se mexendo muito, mas está acordada.

Estão combatendo a infecção e aos poucos vão removendo a sedação. Mas ela sorri, olha para a gente, está consciente”, completou ele.

“A cada dia são feitos novos exames e o que se constata é que ela está melhor”, concluiu.

.

Fonte: TV Foco