Foto: divulgação.Em entrevista hoje, 5, pela manhã à Rádio Jovem Pan, no programa “Morning Show”, a filha de Silvio Santos de número 4, Patrícia Abravanel, fez declarações um tanto polêmicas e sugeriu uma união entre Record e SBT, para que ambas se fortaleçam frente ao mercado publicitário, assim como seu pai já havia sugerido ao dono da emissora da Barra Funda, Edir Macedo.
 “Se a Record junto com SBT registrar mais de 50% da audiência, o próprio mercado não terá justificativa para investir só na Globo e vai precisar dividir verba”, disse Patrícia, ao evidenciar a desproporcionalidade entre audiência e publicidade que a Globo possui.

Como bem lembra o crítico de TV Maurício Stycer, do “UOL”, o vice-presidente da “RedeTV!”, Marcelo de Carvalho,  falou sobre o mesmo assunto no programa de sua mulher, Luciana Gimenez, no “Luciana By Night”, e apontou que “A Globo tem um pouco mais de 30% de audiência e fica com mais de 80% do dinheiro da publicidade”.
Patrícia ainda ressaltou a importância de um bom faturamento para a emissora do pai: “Se o programa tem resultado financeiro, mas não muita audiência é o que vale para nós.

Sexo, polêmicas e tragédias dão ibope, mas não é a cara do SBT e não posso fazer algo que me agride só para agradar ao público. É melhor não fazer”.

Esse “polêmicas e tragédias” seria uma indireta para a emissora dos bispos? Eis a questão.

.

Fonte: TV Foco