Juliana (Gabriela Moreyra) em cena de “Escrava Mãe”(Foto: Edu Moares/Record)Quem assiste a novela “Escrava Mãe” e acompanha as chamadas na programação da Record deve ter percebido uma pequena mudança no vídeo. O selo, que antes mostrava a classificação “livre para todos os públicos” agora apresenta a trama como “inapropriada para menores de dez anos“.
A decisão do Ministério da Justiça em reclassificar o folhetim é referente as cenas de violência que a novela apresenta, por se tratar de uma trama que retrata o período da escravidão, onde negros eram torturados e açoitados por seus “senhores”.

Percebe-se que diversos cortes já estão sendo feitos pela produção da emissora. Para quem não lembra, a trama se passaria no horário das 20h, e com a mudança de horário teve que ter algumas de suas cenas cortadas, já que a novela já encontra-se gravada em sua totalidade.

.

Fonte: TV Foco