Em “Êta Mundo Bom”, novela das 18h da Rede Globo, o casamento de Pancrácio (Marco Nanini) e Anastácia (Eliane Giardini) entrará em crise.
Tudo porque o professor não aceita ser sustentado pela mulher, que já terá recuperado toda a sua fortuna que foi roubada por Sandra (Flávia Alessandra). Para ele, apenas o livros bastam, e viver rodeado de tanto luxo só o entristece.

Em conversa com Candinho (Sérgio Guizé), Pancrácio revela a falta que sente de seus personagens: “Adoro sua mãe. Mas não sou o tipo de homem que se deixa contaminar por tanta riqueza.

Tanto luxo. Para mim, bastam os livros.

Nunca quis depender de sua mãe. Eu queria dar aulas de Filosofia, só isso.

Além do mais, sinto falta de meus personagens”, diz ele.
O filho da dona da fábrica de sabonetes sugere que ele incorpore seus personagens e faça apresentações para a família, mas o professor se recusa.

“Candinho, cada personagem tinha um motivo de existir. Eu os criava como obras de arte para apresentar às pessoas, conseguir algum dinheiro.

Agora, com que motivo eu havia de criá-los? Para vocês rirem? Pior. Para envergonhar minha mulher?”, diz.

“Professô, ocê tá memu iguar passarinhu nas gaiola”, fala Candinho. “Pior, Candinho.

Pior”, responde o professor.

.

Fonte: TV Foco