Nesta quarta-feira (6), a produtora de cinema Laura Rodrigues Velho acusou o cantor Ricky Vallen, ex-calouro do Raul Gil, de agressão física e verbal. Em seu perfil no Facebook, Laura fez um desabafo e contou que estava com um amigo e tentou conversar com Ricky, quando ele entrava em uma boate na zona sul do Rio de Janeiro.
Laura usou uma rede social para relatar o fato – sem, no entanto – citar o nome de Ricky.

“Ontem, quarta-feira, à noite, 06/07, estava em Ipanema em uma festa acompanhada de amigos quando avistei um cantor “conhecido”, o abordei como admiradora de uma das suas músicas e ele muito grosso me ignorou e me agrediu com palavras, depois lançou um copo de bebida, eu fui pedir satisfações ele me deu um tapa no rosto que me derrubou no chão. Ao me levantar para me defender, fui atingida por esse senhor mais uma vez com outro tapa.

Os seguranças do local seguraram o agressor até a polícia nos buscar no local para prestar queixa. Estou profundamente machucada na alma”, desabafou Laura.

Ainda segundo o amigo, que prefere não se identificar, o cantor ignorou Laura, que o questionou por isso. Irritado, Ricky teria jogado sua bebida na garota e depois dado um tapa na cara dela e a empurrado.

Ele relata ainda que Laura caiu no chão e quando levantou levou outro tapa do cantor. Revoltado, ele teria ligado para a polícia e todos seguiram para a 14ª DP do Leblon fazer ocorrência.

“Quando ele viu as viaturas chegando na boate quis tentar convencer minha amiga de desistir de prestar queixa. Mas ela estava muito magoada e não quis abrir mão dos seus direitos e seguimos todos para a delegacia.

Ela está tão chateada e abalada que nem foi trabalhar hoje”, afirmou o rapaz.

.

Fonte: TV Foco