Fátima Bernardes O Brasil vem recebendo muitas críticas por parte de muitos estrangeiros nos os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, devido aos gritos dos torcedores durante as competições. No entanto, Fátima Bernardes, do programa “Encontro”, da Globo, não concorda com essas críticas.
Na edição desta quinta-feira (11), ela fez um desabafo, onde falou que o mundial não é “uma cerimônia religiosa”.

 “A gente está recebendo pessoas do mundo todo –são 206 países–, e temos uma forma muito peculiar de torcer”, começou a apresentadora, que citou exemplos.
“Eu mesma já assisti jogos no Japão e as pessoas praticamente passam o jogo inteiro sentadas.

Em alguns momentos, elas se levantam, mas rapidamente se sentam. Tem havido algumas críticas sobre a nossa forma de manifestar, com a nossa empolgação (…)”, disse.

“[Vaias] acontecem no mundo todo, né? A gente assiste a partidas de basquete… Não tem como. [Competição] não é uma cerimônia religiosa”, concluiu a apresentadora, que concorda com o barulho e toda a festa que a torcida brasileira faz em todos os jogos do país.

.

Fonte: TV Foco