(Foto: Reprodução/TV Globo)Galvão Bueno não gosta nada de receber críticas. Sem saber as regras da natação, já que não está com Arnaldo Cezar Coelho ao lado, ele vem narrando as Olimpíadas do Rio 2016 e acabou falando demais no evento, irritando Adrian Moorhouse, da BBC.
O episódio aconteceu durante as transmissões das provas da natação masculina, na última terça-feira, quando o americano Michael Phelps levou a melhor, e Galvão não parava de falar nem um minuto.

“Ele precisa se calar”, disparou Moorhouse.
A afirmação foi feita no início de uma das provas, momento em que a norma manda fazer silêncio, e Galvão continuava gritando.

No entanto, o narrador depois admitiu o erro e escreveu no Instagram: “Eu errei. Tinha que estar calado na largada”.

A legenda foi feita em uma foto ao lado de Adrian Moorhouse, de outro colega da BBC, e também do ex-nadador Gustavo Borges, parceiro seu na Globo, no maior clima de reconciliação, na noite desta quinta-feira, quando voltou ao Parque Olímpico.
Apesar disso, ele deu a entender que a repercussão sobre a reclamação de Moorhouse era “mimimi”.

Será?
(Foto: Reprodução/instagram)“Pra quem tá com falta de pauta! Equipe da @redeGlobo e @BBC juntas. O careca é o campeão Olímpico em Seoul 1988 nos 100mts peito #AdrianMoorhouse.

Companheiros de trabalho de outras olimpíadas. É que meu som vazou no microfone dele e reclamaram.

Eu errei. Tinha que estar calado na largada.

Fim do mimimi. #somostosdosolimpicos”, escreveu Galvão, num tom entre o ataque e a defesa.

Pode isso, Arnaldo?
E você, já assistiu ao programa de fofocas do TV FOCO?

.

Fonte: TV Foco