Reynaldo Gianecchini e Carolina Dieckmann em “Laços de Família”(Foto: Globo/Divulgação)Reynaldo Gianecchini revelou recentemente, que em sua estreia na televisão na novela “Laços de Família” (2000), teve uma relação confusa com Carolina Dieckmann na fase inicial das gravações da trama.
O então modelo, que estreava como ator na novela de Manoel Carlos, contou em entrevista ao site do Canal Viva, emissora da Globo na TV paga que atualmente está levando ao ar a reprise do folhetim, que teve uma “faisquinha” com a colega de elenco e que “quase que o santo não bateu”.
“A gente teve uma faisquinha no começo, quase que o santo não bateu.

Não da minha parte, claro, porque eu cheguei muito humilde, e a Carolina, acho que ela não gostou muito de mim, de cara”, recordou Gianecchini, que disse que hoje os dois são amigos.
O ator ainda revelou que na época, Dieckmann chegou a questionar se ele era mesmo o homem ideal para viver Edu.

“Eu lembro que eu cheguei lá, branco, ela falou: ‘Vem cá, esse personagem não é carioca? Esse branquelão está fazendo o que aqui?’”, contou ele.
Gianecchini também falou sobre como foi a experiência em sua estreia como ator.

“Inesquecível pra mim, quando houve uma mudança muito radical na minha vida. Meu primeiro trabalho na televisão e tudo que veio em consequência disso.

Sempre fui muito discreto, tímido e, de repente, me vi exposto e sem privacidade. Esse ano que me lancei na novela, foi absolutamente louco na minha vida.

Primeiro porque encarei um trabalho que não tinha muita experiência e fui lá fazer na frente de milhões de pessoas, um protagonista numa novela do horário nobre. E tudo isso gerou em mim ansiedade, um medo mesmo, uma sensação “será que dou conta?”.

E paralelo a isso, minha vida que era toda calminha e nunca exposta, de repente virou uma loucura. Tenho histórias que parecem não verídicas, de assédio nessa época.

As pessoas deram uma pirada muito grande. Na minha cabeça isso era quase o fim do mundo, o “bug do milênio”, que estava acontecendo para mim naquela época (risos).

Isso tudo, pelo poder que a televisão tem, de fazer de você uma pessoa conhecida. As pessoas acham que tem uma intimidade com você, no momento que você chega.

Então, foi muito difícil administrar. Esse ano foi o começo de uma grande coisa profissional para mim.

Tive sorte de ter muitos convites de outros diretores depois dali e pude dar continuidade a esse trabalho na televisão”, disse.
Em “Laços de Família”, Gianecchini e Dieckmann formaram um casal romântico ao longo da história e acabaram virando amigos.

A ideia central da trama de Manoel Carlos era o sacrifício de Helena (Vera Fischer), que abdica de seu amor por Edu (Reynaldo Gianecchini) por sua filha Camila (Carolina Dieckmann).
Mocinho da próxima novela das nove
Reynaldo Gianecchini como Anthony em “Verdades Secretas” (2015)(Foto: Globo/Zé Paulo Cardeal)“Eu vou começar a gravar agora a próxima novela das nove, da Maria Adelaide Amaral, com a equipe da Denise Saraceni, que eu adoro.

Vou fazer um personagem que é bem legal: um mocinho justiceiro. Eu gosto…não tenho nada contra os mocinhos, embora o vilão também seja muito legal de fazer.

Mas quando é um mocinho atípico, ativo, que não fica só passivo sofrendo. Esse vai e faz a coisa acontecer, todo o mistério desenvolver, a trama andar.

É um personagem solar, um velejador que viaja o mundo. Então estou muito animado.

Venho de umas férias de ‘Verdades Secretas’ então já dei uma descansada”.

.

Fonte: TV Foco