Santo (Domingos Montagner), Tereza (Camila Pitanga) e Cícero (Marcos Palmeira)(Foto: Globo/Renato Rocha Miranda)Com uma das menores médias de audiência registradas por uma novela das nove, “Velho Chico” acendeu um alerta vermelho na Globo. Um alerta que já está aceso desde a estreia. O problema é que a audiência da trama não tem ficado estável, o que é essencial para o canal.

Até agora, “Velho Chico” acumula 26.5 pontos de média na Grande São Paulo, superando os índices de apenas duas novelas no horário das 21h: “A Regra do Jogo”, que marcou 26.

1 pontos e “Babilônia”, que fechou com 25.1 pontos.

Na semana passada, por exemplo, o folhetim de Benedito Ruy Barbosa teve uma variação entre 24.0 e 27.

5 pontos de média – cada ponto equivale a 69.4 mil domicílios sintonizados na Grande SP.

Essa variação é o que tem incomodado a Globo, pois indica que boa parte dos telespectadores ainda não é assíduo e está sujeito a mudar de canal ou simplesmente desligar a TV. É o que informa o jornalista Ricardo Feltrin.

Problemas nos bastidoresAlém dos problemas de audiência, “Velho Chico” também vem sofrendo com problemas nos bastidores. Apesar da Globo negar o clima ruim, há descontentamento de muitos artistas e uma crise interna que já incomoda Silvio de Abreu, diretor responsável pelo departamento de novelas, Luiz Fernando Carvalho, diretor de “Velho Chico”, e mesmo a direção geral da emissora.

Capítulos atrasadosDesde o início, “Velho Chico” sofre com atrasos nas gravações e está com pouca frente de capítulos. Na semana passada, o TV Foco mostrou que a novela das nove ganhou um “capítulo extra” somente com cenas que foram “economizadas” de outros capítulos na edição.

Questionada pelo TV Foco sobre o “atraso” na exibição das cenas, a Globo, por meio de sua assessoria de comunicação, disse que “a novela está adiantada”, e que “ganhou cenas na edição, o que é normal”.

.

Fonte: TV Foco