Tolentino (Ricardo Pereira) em “Liberdade, Liberdade”; coronel protagonizará cena de sexo com André (Caio Blat)(Foto: Reprodução/Globo)Em “Liberdade, Liberdade”, a Globo exibirá a primeira cena de relação sexual entre dois homens nas novelas, protagonizada por Tolentino (Ricardo Pereira) e André (Caio Blat). A cena, que já foi escrita pelo autor Mario Teixeira, foi liberada pela direção da emissora e irá ao ar no próximo dia 12, uma terça-feira.
Apesar de ser muito intensa, com beijo na boca, a sequência não terá sexo explícito.

O roteiro da trama que foi entregue aos atores, pede “um beijo represado, afoito, desesperado, angustiado”. Depois disso, Tolentino “tira a camisa.

André engole em seco. Tolentino o empurra para a cama.

André cai sentado. Começam a transar.

Uma transa urgente, adiada, bruta e tão ansiada”, escreveu o autor de “Liberdade, Liberdade”. É o que informa a jornalista Márcia Pereira.

Tudo terá início depois que Tolentino fracassar na busca por presos foragidos. Ele será humilhado por Rubião (Mateus Solano), ficará arrasado e chegará ao seu quarto reclamando.

André, no entanto irá confortá-lo. “Você, André.

Que é sensível. Capaz de entender os mistérios da vida.

As voltas que o mundo dá. As surpresas que a vida nos reserva”, falará o coronel.

“Inclusive as surpresas sobre nós mesmos?”, vai indagar o filho de Raposo (Dalton Vigh).
Ainda tímido, Tolentino responderá que sim: “Você mesmo me disse um dia.

Que todos temos uma segunda natureza. Que, às vezes, permanece oculta”, dirá ele.

“Mas não para sempre”, retrucará André, olhando o amigo nos olhos. “Não.

Não para sempre”, acabará concordando o coronel.
Os dois se abraçarão e aí surgirá um clima para um beijo, mas Tolentino irá virar o rosto.

Porém, ele não resistirá a tentação, beijará e fará sexo com o amigo. Em seguida, na manhã do dia seguinte, o público verá o coronel saindo desnorteado, apressado para se apresentar ao trabalho, na intendência de Vila Rica.

 André vai aparecer logo depois, tomando um café.
Tolentino (Ricardo Pereira) tira o pano que cobre André (Caio Blat) em “Liberdade, Liberdade”(Foto: Reprodução/Globo)Ainda de acordo com a publicação, no encontro seguinte à relação sexual, Tolentino rejeitará o amigo, e vai preferir fingir que nada aconteceu.

Os dois vão se encontrar no bordel de Virgínia (Lilia Cabral), e o coronel irá fazer de tudo para provar que gosta mesmo de mulher, agarrando a prostituta Gironda (Hanna Romanazzi) de forma violenta na frente do amigo e dizendo que vai “tirá-la da vida e torná-la sua mulher”.

.

Fonte: TV Foco