(Foto: Jorge Bispo)A cantora Pitty sempre defendeu os direitos das mulheres e agora está grávida. Aos 7 meses, ela falou sobre o assunto com a revista TPM, e disse ter ficado feliz quando soube da notícia, e precisou repensar sua vida já que teve que dar um tempo de todos seus projetos.
Agora, ela precisará se dedicar a sua gestação, que é considerada de risco, pois um encurtamento do útero a obrigou ficar de repouso absoluto durante os nove meses.

“Olha, na minha vida nada é tão simples assim”, iniciou ela, ao conversar com a equipe da revista.
“Apesar de batalhada e desejada, foi uma gravidez que me tirou dos meus planos e me colocou dentro dela apenas.

É, sim, uma bonança, até porque eu quis muito, mas não é uma bonança de conto de fadas”, comentou ela, que estava com a turnê SETEVIDAS.
Ela também seguia no projeto Nívea Viva Rock Brasil, ao lado dos Paralamas do Sucesso, Nando Reis e Paula Toller.

Ela, que sofreu um aborto espontâneo em 2006, revelou que ainda tinha dúvidas se deveria enfrentar novamente uma gestação.
“O lado mãe só bateu mesmo quando senti a barriga mexer e vi que ela tinha crescido.

Nunca sabia qual era a hora certa. Porque talvez não exista a hora certa.

Talvez sempre vá rolar algum medo”, afirmou ela, destacando que a menina veio em um momento inesperado.
“Eu estava sozinha em casa e fiz um exame de farmácia.

Mas eu já desconfiava. O corpo dá sinais, o cheiro do xixi fica diferente”, avaliou ela, que comentou ainda sobre as mulheres que preferem não ter filhos: “É preciso respeitar as que não querem ter filhos”.

“A gente se realiza de diversas formas, a maternidade é só uma delas”, conclui ela sobre o emponderamento feminino.

.

Fonte: TV Foco