Divulgação/Reprodução/Instagram Desde que ficou famosa, Geisy Arruda passou por várias fases no visual Das salas de aula para os programas de TV, e da vida pacata em Diadema, na Grande São Paulo, para o glamour na capital. Geisy Arruda é um caso raro de personalidade da mídia que ultrapassou os 15 minutos de fama. Há seis anos, a ex-estudante de Turismo, que se tonou conhecida como a aluna que foi expulsa da Uniban por usar um vestido curto, atrai flashes e é presença constante em programas de TV e sites de celebridades.

Já participou do “Casseta e Planeta”, de “A Fazenda”, não sai do “TV Fama”, lançou biografia, e estampa, pela segunda vez, a capa da revista “Sexy” — a mais recente será lançada em abril. O UOL ouviu pessoas que fizeram parte dessa trajetória, além de um de uma especialista em carreiras para saber o que Geisy Arruda tem tanto a oferecer.

“Acho a Geisy autêntica. Embora hoje ela se apresente com uma estética muito mais refinada do que há seis anos, continua com um jeito simples e descontraído.

Tenho a impressão de que ela é menina simpática, além de parecer não ter ‘preguiça’ do trabalho e gostar do que faz, seja uma gravação de programa de televisão, fotos ou uma presença vip. Ela é dedicada a se manter na mídia dessa maneira, e nisso ela é bem sucedida”, conclui a publicitária Karla Ikeda, especialista em gerenciamento de carreira e autora do livro “Profissão: Famoso – Como Gerenciar Imagens de Sucesso.

” Era uma quinta-feira, 22 de outubro de 2009, um dia como outro qualquer na vida de Geisy Vila Nova Arruda, então com 19 anos. A estudante de Turismo chegou à universidade, em São Bernardo do Campo [SP], usando um microvestido rosa e seguiria direto para uma balada depois das aulas.

Em entrevista ao UOL, Geisy assume que sempre gostou de chamar atenção e usar roupas extravagantes, mas que jamais imaginou a proporção que aquele vestido rosa — que custou R$ 50 — fosse causar tamanha reviravolta em sua vida.
.

Fonte: Uol Televisão