Fedora (Tatá Werneck) e Teodora (Grace Gianoukas)
(Foto: Globo/João Miguel Júnior)

Fedora (Tatá Werneck) e Teodora (Grace Gianoukas)
(Foto: Globo/João Miguel Júnior)

Teodora (Grace Gianoukas) e Aparício (Alexandre Borges)
(Foto: Globo/João Miguel Júnior)

Aparício (Alexandre Borges)
(Foto: Globo/Ramón Vasconcelos)

Lucrécia (Claudia Jimenez) e Agilson (Marcelo Médici)
(Foto: Globo/Ramón Vasconcelos)

Na família Abdala, riqueza é sinônimo de ostentação. De origem libanesa, eles não medem esforços para mostrar à sociedade paulistana que, de luxo, entendem. A chefe do clã é Teodora Abdala (Grace Gianoukas), presidente do complexo gastronômico e cultural Grand Bazzar.

Com uma personalidade que pode ser classificada no mínimo como forte, Teodora administra com mãos de ferro tanto os negócios quanto seu casamento com Aparício Varela (Alexandre Borges). Na juventude, ele, então um simples funcionário de contabilidade, casou-se por dinheiro, e paga caro todos os dias pelo golpe do baú.

Mas Aparício tem talento como empresário e, apesar de viver à sombra da esposa, é, na verdade, o principal responsável pelo sucesso do Grand Bazzar. Teodora, claro, não reconhece isso.

O coração da megera só amolece quando o assunto é Fedora (Tatá Werneck), filha do casal. Mimada e voluntariosa como a mãe, a jovem foi criada como uma princesa e não faz nada da vida além de comprar e ostentar, sobretudo nas redes sociais.

Considera-se uma it-girl e vive de colecionar seguidores – quanto mais, melhor. Teodora prometeu adiantar a herança de Fedora assim que ela encontrar um pretendente e se casar.

Aparício é completamente contra isso, pois sabe que a filha só sabe gastar dinheiro.
Na mansão Abdala também vivem Lucrécia (Claudia Jimenez), irmã de Teodora, e Agilson Varela (Marcelo Médici), irmão de Aparício.

Casados, eles vivem às turras, mas não querem perder a mordomia. Lucrécia vendeu sua parte na herança para Teodora, com quem sua relação não é das melhores, e, agora, ela e o marido não têm onde cair mortos.

Os rivaisOs conflitos da família Adbala não ficarão apenas dentro da mansão. Fortes emoções estão reservadas também para o embate que eles viverão com os Di Marino, cuja matriarca é Francesca (Marisa Orth), mulher batalhadora que criou sozinha os quatro filhos – Tancinha (Mariana Ximenes), Giovanni (Jayme Matarazzo), Carmela (Chandelly Braz) e Shirley (Sabrina Petraglia) – depois que o marido sumiu.

Francesca tem certeza de que Aparício é o responsável pelo desaparecimento e não vai descansar até conseguir descobrir o que realmente aconteceu.
Apesar de tantas brigas, ‘Haja Coração’ será, sobretudo, uma história de amor, cheia de humor.

A jovem e sensual feirante Tancinha ficará dividida entre seu namorado da vida inteira, o caminhoneiro Apolo (Malvino Salbador), e as investidas de Beto (João Baldasserini), um publicitário rico que surge em seu caminho disposto a conquistá-la – a princípio, para ganhar uma aposta. O charme de Beto confunde os sentimentos de Tancinha e a deixa dividida.

Como se não bastasse isso, a irmã do publicitário, Tamara (Cleo Pires), uma mulher moderna, louca por adrenalina, começa a se envolver com Apolo, numa das idas e vindas do namoro dele com a feirante. Entre encontros e desencontros desse quarteto, Tancinha e Apolo vão se esbarrar e balançar um pelo outro muitas vezes.

‘Haja Coração’, escrita por Daniel Ortiz, com direção artística de Fred Mayrink, é uma releitura de ‘Sassaricando’, de Silvio de Abreu, exibida em 1987. No elenco também estão Mariana Ximenes, Malvino Salvador, Cleo Pires, João Baldasserini, Tatá Werneck, Agatha Moreira, Jayme Matarazzo, Marisa Orth, José Loreto, Alexandre Borges, Malu Mader, Carolina Ferraz, Ellen Rocche, Grace Gianoukas, Claudia Jimenez, Marcelo Médici, Gabriel Godoy, Chandelly Braz, Sabrina Petraglia, Marcella Valente, Conrado Caputo, Nando Rodrigues, Marcos Pitombo, Karen Junqueira, Julia Faria, Duda Mamberti, entre outros.

.

Fonte: TV Foco