Kim Kardashian Kim Kardashian, casada com Kanye, em entrevista à revista GQ, resolveu falar sobre a música “Famous”, na qual o rapper chama Taylor Swift de “bitch” (vadia) e diz que “eles deveriam transar, porque ele a tornou famosa”. A cantora não gostou nada, e considerou a letra misógina.
No entanto, Kim contou outra versão: “Taylor Swift aprovou totalmente a música.

Ela sabia totalmente que isso ia sair. Ela queria que parecesse que ela não sabia.

Eu juro: meu marido recebe muito ódio, quando na verdade estava cumprindo todo o protocolo e até ligou para pedir aprovação”.
“Que rapper ligaria para uma garota sobre a qual está escrevendo para pedir autorização? Rick Rubin estava lá.

Muitas pessoas respeitadas no mundo da música ouviram o telefonema e sabem”, ela conta, “O Kanye me chama de ‘bitch’ em suas músicas. É assim que eles dizem”, explica ela.

“Nunca pensei ‘que palavra depreciativa! Como ele se atreve?’ Nunca na minha vida. Eu não sei por que ela mudou de repente….

Foi engraçado, porque na ligação com Kanye, ela disse ‘quando eu chegar ao tapete vermelho do Grammy, a mídia inteira vai pensar que sou super contra isso, e eu vou rir e dizer ‘a brincadeira é com vocês, galera, eu sabia o tempo todo’. Mas, no discurso dela no Grammy, ela completamente humilhou meu marido apenas para fazer a vítima”, concluiu a celebridade.

Taylor Swift Ela afirma que Kanye tem essa ligação gravada, porque estava filmando todos os bastidores de “Life of Pablo” para um documentário, mas foi proibido de divulgá-la. A equipe da Taylor então mandou uma notificação solicitando sua destruição e dizendo que entraria na Justiça caso a gravação se tornasse pública, e emitiu a seguinte nota:
“Taylor não tem nada contra Kim Kardashian e reconhece a pressão à qual Kim é submetida.

Ela apenas está repetindo o que Kanye West lhe disse. Em contrapartida, isso não muda o fato de que a declaração de Kim é incorreta.

Kanye West e Taylor só se falaram uma vez ao telefone, quando ela estava de férias com sua família em janeiro de 2016, e nunca mais. Taylor nunca negou que a ligação aconteceu.

Foi nesse telefonema que Kanye a pediu para divulgar a música em sua conta no Twitter, e ela disse não.
Kanye West nunca disse à Taylor que usaria o termo ‘that bitch’ (essa vadia) se referindo a ela.

Uma música não pode ser aprovada se nunca foi ouvida. Kanye West nunca tocou a música para Taylor Swift.

Taylor a ouviu pela primeira vez quando todo mundo ouviu, e se sentiu humilhada. A declaração de Kim Kardashian de que Taylor e sua equipe estavam cientes do conteúdo não é verdadeira.

Taylor não consegue entender porque Kanye West, e agora Kim Kardashian, não a deixam em paz simplesmente”.
POPLINE

.

Fonte: TV Foco