Reprodução/TV Globo Andreia Horta em cena como Joaquina: sequências de ação em “Liberdade, Liberdade” As menções à Inconfidência Mineira e à vinda da corte real portuguesa para o Brasil podem até remeter às aulas de História, mas o elenco de “Liberdade, Liberdade”, que estreia nesta segunda-feira (11), após “Velho Chico”, voltou a ser criança mesmo na hora de gravar as várias cenas de ação que dão o tom da novela. Além de poder carregar um pouco mais nas tintas nas cenas de sexo, que o horário permite, a trama que conta a história de Joaquina (Andreia Horta) aposta suas fichas num elemento pouco explorado nos folhetins mais recentes: a aventura. Intérprete da filha de Tiradentes (Thiago Lacerda), que volta ao país 20 anos após a morte do pai, Andreia classifica a preparação para o trabalho de “bem radical”, já que o elenco teve aulas de tiro, de esgrima e de equitação.

“Era um tempo mais selvagem. Gravar com aquela roupa, lutando, atirando, mantendo a arma no punho horas para fazer uma sequência inteira, sobe no cavalo, senta no formigueiro.

..

É uma loucura! Aí eu reclamava: ‘Ai, meu cabelo’. Joaquina me revela a mulherzinha que mora em mim”, brinca a atriz.

Bruno Ferrari, que volta à Globo depois de 10 anos na Record, no papel do revolucionário Xavier, comemora a chance encarnar os heróis da infância. “Gravei outro dia uma cena de espadas maravilhosa, me senti o Highlander (risos)! A gente tenta fazer com o maior cuidado possível porque está ali na adrenalina, pode ser que se machuque, mas faz parte”, afirma.

.

Fonte: Uol Televisão