(Foto: Globo/João Cotta)Aguinaldo Silva lançou na noite desta segunda-feira, 25, na livraria da Travessa, em um shopping da Zona Sul do Rio, seu novo livro: “Turno da noite- Memórias de um ex-repórter de polícia” (Ed. Objetiva). A obra reúne algumas reportagens escritas por Aguinaldo da época que ele era jornalista.

“Este livro é um livro de memórias de uma época muito palpitante da minha vida. Foi um tempo difícil, na ditadura, onde eu exerci a profissão que eu mais gosto: o jornalismo.

Eu sempre digo que não sou novelista, eu estou novelista. O que eu sou e serei sempre é jornalista”, afirma Aguinaldo.

No entanto, de acordo com o colunista Leo Dias, do jornal “O Dia”, enquanto participava do lançamento do livro de Aguinaldo Silva, Lilia Cabral foi receptiva com a imprensa, mas virou a cara para três anônimos que tentaram contato.
Diferente de Joaquim Lopes, que além de ter paciência em aguardar a fila, tiroufoto com fãs e estava de bom humor para com as pessoas.

Recentemente, em entrevista ao jornal “O Globo”, a estrela declarou que, durante dez anos, foi uma espécie de ticket-restaurante. “Alimenta, mas não paga uma grande refeição.

Pensava: ‘Quanto tempo falta? O que preciso ter para mostrar que não faço só comédia?’”, afirmou.

.

Fonte: TV Foco