Maitê Proença (Foto: Anderson Barros / Ego)Muita gente não sabe, mas a atriz Maitê Proença também é autora premiada de livros. Com obras como “Entre Ossos e a Escrita” (2005), “Uma Vida Inventada” (2008), “É Duro Ser Cabra na Etiópia” (2013), “À Beira do Abismo Me Crescem Asas” (2013), “Todo Vícios” (2014) e “Entre Ossos Agora” (2015), ela foi convidada para ser uma das integrantes da Academia Brasileira de Letras.
No entanto, a atriz já rejeitou o convite e decidiu que não vai se candidatar à vaga deixada por Ivo Pitanguy, que faleceu no último dia 06 em decorrência de uma parada cardíaca.

“Sim, tenho seis livros publicados. Três acadêmicos escreveram elogiosamente a respeito dessas obras.

[…] Escrevi também três peças de teatro que foram encenadas com sucesso. […] Fui amiga pessoal de Ivo Pitanguy.

Mas apesar desses fatos e do apelo de alguns amigos da ABL que prefiro não nomear, não me candidatarei à vaga do professor”, escreveu a atriz no Facebook.
Com essa posição, Maitê abre espaço para que o poeta Antonio Cícero ocupe o lugar do cirurgião plástico, já que deseja concorrer pela segunda vez.

“Não quero atrapalhar suas, mais que legítimas, pretensões. A não inscrição fica como minha humilde homenagem ao trabalho de Antonio Cícero como poeta e filósofo.

Salve”, completou a global.

.

Fonte: TV Foco