Muita gente não sabe, mas a atriz Maitê Proença também é autora premiada de livros.
Com obras como “Entre Ossos e a Escrita” (2005), “Uma Vida Inventada” (2008), “É Duro Ser Cabra na Etiópia” (2013), “À Beira do Abismo Me Crescem Asas” (2013), “Todo Vícios” (2014) e “Entre Ossos Agora” (2015), ela acaba de ser convidada para ser uma das integrantes da Academia Brasileira de Letras.
A bela atriz, que esteve recentemente em “Liberdade, Liberdade”, foi convidada por três acadêmicos, que telefonaram para ela para sugerir que se candidatasse à vaga de Ivo Pitanguy, morto no último dia 6, aos 93 anos.

Vale lembrar que  Jô Soares foi eleito no início de agosto imortal da APL (Academia Paulista de Letras), assumindo a cadeira 33, que era do escritor Francisco Martins.

.

Fonte: TV Foco