A cantora Mara Maravilha, durante uma entrevista ao  “Superpop”, nesta última quarta-feira, 13 de julho,  se retratou sobre a declaração que deu anos atrás no extinto programa “Morning Show”, quando classificou a homossexualidade como uma “aberração”.
“Eu não considero a homossexualidade uma aberração, considero (aberração) atitudes sensuais em público, seja de homo, hétero ou casais: homem e mulher,  mulher e mulher, homem e homem… Essa intimidade sendo exposta em público. Tenho homossexuais que frequentam minha casa, são meus amigos.

A homofobia vem com a agressão no falar, no olhar, e na parte física também. Sou contra qualquer tipo de agressão.

”, declarou.
A cantora negou também que sua rixa com Daniela Mercury seja por conta da sexualidade.

“Não é porque ela tem uma opção ‘a’ ou ‘b’ sexual, não influencia em nada. Não só acho ela ingrata como soberba, sem noção.

Pode estar na Globo, em capa de revista. Ela está na minha média abaixo de 5.

Prefiro a Ivete. Que ela vá à Mercury”, disparou.

.

Fonte: TV Foco