Ramon Vasconcelos/TV Globo Marco Luque e Serginho Groisman falam sobre trabalharem juntos no “Altas Horas” Marco Luque está apreensivo para estrear na Globo como humorista do “Altas Horas”. “Estou com o famoso c* na mão”, confirmou ele em entrevista ao UOL nesta quinta-feira (7), pouco antes de participar e sua primeira gravação do “Altas Horas”. Convidado por Serginho Groisman para interpretar seus personagens mais famosos, o motoboy Jackson Faive, o taxista Silas Simplesmente, o geek Ed Nerd, o religioso Mustafary e empregada Mary Help, Luque afirma estar “mais à vontade” para, pela primeira vez na TV, exercer o humor pelo qual ficou famoso.

“Saí do ‘CQC’ com a sensação de missão cumprida e o programa só abriu portas para todo mundo. Acho que agora é hora de mostrar que a gente é muito mais do que aquele formato.

Eu, por exemplo, sou humorista e lá [na Band] a gente ficava preso entre o humor e o jornalismo. Aqui eu posso pirar e surfar na onda do humor”, disse.

Amigo de Luque, Groisman disse que a vontade de trazer o humorista ao programa é antiga e que ele foi o primeiro a fazer um convite quando soube do fim do “CQC”. “Sou fã do Luque desde o teatro.

Ele é um gênio da comédia, depois de anos na bancada, ele vai poder mostrar um lado que o público não conhece. Não só de personagens, mas de humor, improviso e texto”, afirmou o apresentador.

Ainda sem um formato definido, a participação de Luque vai variar no decorrer do programa. A ideia inicial é que a cada semana ele surja caracterizado como um de seus personagens para ser entrevistado pela plateia.

A estreia está marcada para o sábado, 16 de março.Renovação do “Altas Horas” Serginho Groisman também vê a chegada de Luque ao “Altas Horas” como uma “renovação”.

“O programa anda na montanha-russa, vai da notícia ao humor. Nos dois últimos, falamos de assuntos sérios.

Teve o Caetano se manifestando e depois o menino de 14 anos [falando sobre ser filho de uma casal homossexual]. O Luque chega para acrescentar coisas boas”.

A contratação de Luque coincide também com o bom momento dos programas humorísticos da emissora. Ele elogiou o trabalho de Marcius Melhem e Marcelo Adnet no “Tá no Ar” e falou ainda que espera encontrar em breve os ex-colegas de Band, Mônica Iozzi, Rafael Cortez e Felipe Andreolli, para “pirarem juntos”.

“Reconheço o alcance e a dimensão que tem uma rede Globo. Tenho certeza que aqui o que eu quiser pirar, vai ter gente que vai pirar, que vai comprar a ideia e me ajudar”, concluiu.

Início no Jô Soares A primeira aparição de Luque na Globo, no entanto, será no “Programa do Jô” desta quarta. Na entrevista, o humorista agradeceu Jô por tê-lo chamado para participar do programa anos atrás.

“Depois que vim aqui, as pessoas começaram a me reconhecer na rua e, logo após, fui chamado para trabalhar no ‘CQC'”, disse.
.

Fonte: Uol Televisão