Mateus Solano vai viver o vilão da nova novela das 11, “Liberdade, Liberdade”. Apesar de já ter uma carreira sólida, o ator revela que ainda fica nervoso em estreias: “Faço todos os personagens da melhor possível e acredito que a consequência positiva ou negativa, se dá pelo esforço e pelo amor que colocamos no trabalho. Antes de estrear uma novela, eu fico muito nervoso.

Mas, graças a Deus, eu não fico preocupado com que os outros vão achar. Meu maior crítico sou eu mesmo”.

O personagem , José Maria Rubião, trai Tiradentes (Thiago Lacerda) no primeiro capítulo da trama, quando surge completamente nu numa sessão de tortura, o que o transforma em um homem cruel. Rubião vai assassinar Antônia (Letícia Sabatella), a mulher de Tiradentes e mãe de Joaquina (Mel Maia/Andreia Horta), e acabará se apaixonado pela filha de suas vítimas mais para a frente.

Não existem muitos registros históricos de Joaquina, a filha de Tiradentes. Na trama, a menina órfã é salva por Raposo (Dalton Vigh), um simpatizante pela luta dos inconfidentes.

Ele se sensibiliza com o sofrimento da criança ao vê-la no enforcamento de seu pai em praça pública em 1792, e a leva para Portugal como sua filha, registrando-a com outro nome, Rosa.
Em entrevista ao Gshow, o ator comentou sobre a sua diferença com o personagem.

  “A gente cuida do personagem como um filho. Rubião é bastante diferente de todos os personagens que já fiz e de mim.

Ele é muito econômico e sério e eu sou mais espalhafatoso e alegre”.

.

Fonte: TV Foco