Fernanda Lima falou sobre sexo, trabalho e o relacionamento com Rodrigo Hilbert em entrevista para a próxima edição da revista “Joyce Pascowitch”. A apresentadora fez uma balanço sobre sua vida profissional e pessoal. Direta, ela concluiu que nunca viu sua rotina como um “fardo”.

“Vivo de uma forma muito intensa e minha vida nunca foi um fardo para mim. Acordar para trabalhar é maravilhoso, o fim de semana é maravilhoso, ter filhos é um espetáculo, eu já falei isso e repito: sinto muito, mas a minha vida realmente é maravilhosa”,  respondeu Fernanda, quando perguntada sobre a sua perfeição.

“Acho engraçado esse pensamento.Talvez o que pareça ser é o que é”, completou.

Para a atriz, o assunto sexo é limitado: “É algo banal, que se esgota num determinado número de posições. Acredito que, culturalmente falando, temos muito que discutir ainda [sobre comportamento sexual]“.

Fernanda também falou do programa, que volta ao ar em 2017. “Se pessoas bem informadas que assistem ao show podem se beneficiar, então imagine quem não tem informação nenhuma, como uma senhorinha que trabalhou na terra a vida inteira e não sabe o que é um transexual.

Aí colocamos na tela da TV dela a explicação, falamos que aquela trans tem uma família, que sofreu, que só quer se entender e ser feliz. A gente dá um instrumento para aquela senhorinha”, completou.

.

Fonte: TV Foco