Uma notícia bastante triste atingiu a todos os fãs do cantor Cauby Peixoto no início da madrugada Morreu desta segunda-feira, 16. Aos 85 anos, foi confirmada a morte do cantor em São Paulo.
A informação foi confirmada pela assessoria de imprensa do cantor.

“É verdade, infelizmente. Em breve, soltaremos um comunicado oficial com todas as informações”, disse o responsável.

Em setembro de 2015, Cauby chegou a cancelar um show por conta de uma gripe. Sua assessoria, na ocasião, garantiu que não era nada grave.

“A gripe que anda derrubando muita gente por aí é a grande culpada pelo cancelamento do show que Cauby Peixoto faria no Teatro Rival Petrobras, neste sábado, dia 12. O cantor de 84 anos, que mora em São Paulo, não foi autorizado pelo médico a viajar com a saúde debilitada”, avisava o comunicado.

CarreiraCauby Peixoto iniciou sua carreira na década de 1950. Gravou seu primeiro disco em 1951, mas começou mesmo a chamar a atenção quando conheceu Edson Collaço Veras, o Di Veras, em 1954.

O empresário, que faleceu em 2005, foi responsável pelo marketing da carreira do cantor e inventou noivados e histórias que fizessem com que ele não saísse das páginas dos jornais, além de bolar os trajes, o repertório e maneira de Cauby agir perante o público.
De acordo com o site oficial do cantor, foram 49 álbuns lançados e dezenas de sucessos, entre originais e reinterpretações, como “Conceição”, “Blue Gardênia”, “A pérola e o rubi”, “Tarde fria”, “Lábios que eu beijei”, “Solidão”, “A noiva”, “Molambo”, “É tão sublime o amor”, “Bastidores”, de Chico Buarque, e “New York, New York”, famosa na voz de Frank Sinatra.

.

Fonte: TV Foco